3º Concurso Regional de Produtividade de Soja 2020/2021

 

 

REGULAMENTO DO CONCURSO REGIONAL DE PRODUTIVIDADE DE SOJA, VINCULADO AO FÓRUM NORTE GAÚCHO

 

1 – Concurso Regional de Produtividade de Soja

1.1 – A demanda internacional por soja é alta e deverá ficar maior ainda nas próximas safras. Entretanto, cada vez mais os consumidores tornam-se exigentes quanto às condições em que a soja é produzida, exigindo que o sistema de produção seja sustentável. Também questionam a expansão da área cultivada, pressionando para que cada vez mais a soja seja produzida com alta tecnologia, sempre de forma sustentável. O Brasil está se consolidando como o maior produtor mundial, e para garantir a continuidade da liderança brasileira no mercado internacional de soja, é importante que o produtor atente para estas exigências.

1.2 – O Concurso Regional de Produtividade de Soja tem como objetivo criar um ambiente que estimule os sojicultores a desafiar seus conhecimentos e incentivar o desenvolvimento de práticas de cultivo inovadoras, que possibilitem extrair o potencial máximo da cultura, com sustentabilidade e rentabilidade.

 

2 – Qualificação do Participante

2.1 – Os participantes do Concurso Regional de Produtividade de Soja deverão cultivar a soja em algum dos 5 municípios de abrangência do Sindicato Rural de Getúlio Vargas que são, Getúlio Vargas, Estação, Ipiranga do Sul, Erebango e Floriano Peixoto.

2.2 – O participante deverá ter 18 anos ou mais na ocasião da inscrição.

2.3 – Serão considerados participantes oficiais do Concurso Regional de Produtividade de Soja, os sojicultores (pessoa física ou jurídica) que concordarem integralmente com as regras aqui descritas.

2.4 – Cada participante poderá inscrever somente 1 (uma) área.

2.5 – Os participantes poderão cultivar soja em áreas próprias ou arrendadas.

2.6 – Nenhum componente da comissão do Fórum Norte Gaúcho poderá ter lavoura inscrita no Concurso.

 

3 – Regras

3.1 – A área que será inscrita no Concurso Regional de Produtividade de Soja
deverá cumprir os seguintes requisitos:

3.1.1 – Ter no mínimo 5 (cinco) hectares;

3.1.2 – O talhão ou gleba deverá ser um bloco continuo e não poderá excluir dentro deste bloco áreas de rota de maquinários (a exemplo rotas de pulverizador); curva de nível, áreas de dreno e soja amassada;

3.1.3 – Utilizar uma única cultivar e sistema de produção na área que será inscrita.

3.1.4 – Para efeito de comprovação da produtividade, será colhido no mínimo, 1 (um) hectare, em um bloco contínuo (melhor descrito no item 3.1.2)

3.1.5 – A área inscrita não poderá ser irrigada, somente soja sequeiro.

3.2 – A propriedade onde terá a área inscrita no Concurso Regional de Produtividade de Soja deverá cumprir as Boas Práticas Agrícolas tais como:

3.2.1 – Os participantes deverão obedecer à legislação trabalhista e/ou contratos coletivos de trabalho firmados pelos sindicatos de sua região.

3.2.2 – Não utilizar áreas de preservação permanente;

3.2.3 – A Não utilizar mão de obra escrava ou infantil (crianças e adolescentes);

3.2.4 – As áreas não poderão estar localizadas em APPs (Áreas de Preservação Permanentes) e deverão estar com as obrigações: Imposto Territorial Rural (ITR), INCRA (CCIR), Cadastro Ambiental Rural (CAR) e Contribuição Sindical Rural da Confederação Nacional da Agricultura (CNA) em dia.

3.2.5 – É permitido somente o uso de defensivos que foram adquiridos regularmente com nota fiscal. O Concurso Regional de Produtividade de Soja se reserva o direito de obter uma cópia das notas fiscais dos defensivos agrícolas utilizados.

3.2.6 – Utilizar técnicas conservacionistas do solo (plantio direto, terraceamento, rotação de culturas, etc) adequadas ás condições de clima e solo. Sempre objetivando a sustentabilidade e responsabilidade sócio ambiental;

3.2.7 – Usar sementes de origem comprovada, seguindo a legislação vigente;

3.2.8 – Usar produtos registrados para a cultura, legalizados e sempre com receituário agronômico;

3.2.9 – Promover o uso responsável de agroquímico através de boas práticas agrícolas no campo. Respeitando as recomendações da Associação Nacional de Defesa Vegetal (ANDEF), Comitê de Boas Práticas Agrícolas (COGAP), Comitê de Ação à Resistência de Fungicidas (FRAC-BR), Comitê Brasileiro de Resistência de Plantas aos Herbicidas (CBRPH) e Comitê Brasileiro de Ação a Resistência a Inseticidas (IRAC-BR). O não cumprimento dessas práticas poderá levar a desclassificação da inscrição;

3.2.10 – Armazenar os insumos agrí­colas em local adequado (sem riscos ao homem e ao ambiente);

3.2.11 – Assegurar o uso de EPIs pelos trabalhadores envolvidos na aplicação de defensivos agrícolas;

3.2.12 – Não abastecer pulverizadores com água diretamente em mananciais;

3.2.13 – Não lavar equipamentos e nem descartar resíduos de pulverizadores próximos a fontes de água ou em locais que ofereçam riscos ao homem e ao ambiente;

3.2.14 – Proceder ao descarte adequado de embalagens vazias de defensivos agrícolas (tríplice lavagem e devolução em locais credenciados, segundo normas vigentes).

 

4 – Inscrição 

4.1 – A inscrição para o Concurso Regional de Produtividade de Soja deverá ser feita diretamente no Sindicato Rural de Getúlio Vargas ou nos Escritórios Municipais da EMATER dentro da área de abrangência do concurso.

4.2 –  Considera-se um participante oficialmente inscrito, aquele que no ato da inscrição preencher os requisitos necessários.

4.3 –  O participante poderá se inscrever entre 25 de Fevereiro de 2021 a 10 de Março de 2021. O limite de inscrições por município será de: Getúlio Vargas 14, Ipiranga do Sul 12, Floriano Peixoto 6, Estação 8 e Erebango 8.

4.4 –  Após o ato da inscrição, o participante deverá fornecer obrigatoriamente seus registros de práticas de cultivo e de manejo, entre outras informações técnicas necessárias através do Formulário de Produção e Colheita.

 

 

5 – Colheita

5.1 – A colheita será fiscalizada por no mínimo 2 (dois) integrantes da Comissão que representa o Fórum Norte Gaúcho, que são, Sindicato Rural de Getúlio Vargas, EMATER/ASCAR, Prefeitura Municipal, Faculdade IDEAU, Associação dos Engenheiros Agrônomos e ACCIAS, que acompanharam a colheita de no mínimo 1 (um) hectare da área inscrita, o qual será determinada a produtividade com o produto limpo e seco.

5.2 – Fica de responsabilidade do produtor rural inscrito, a colheita e o transporte na data combinada para a avaliação da produtividade, ficando sob pena de exclusão, caso não tiver a infraestrutura necessária para a realização da mesma.

 

6 – Prêmio

6.1 – Serão premiados com troféu o primeiro colocado em cada município e o Campeão Geral que, além do troféu também receberá como prêmio uma Viagem a Bento Gonçalves (Serra Gaúcha), com um acompanhante, incluído combustível e 2 (duas) diárias em Hotel a ser definido pela Comissão Organizadora.

6.2 – A divulgação dos resultados do concurso serão apresentados em evento específico, com data a ser marcada.

 

 7 – Considerações Finais

Os casos omissos neste Regulamento ou a revisão de qualquer um de seus itens será atribuição do Fórum Norte Gaúcho. As decisões tomadas pela comissão serão definitivas e não haverá recurso.

 

FÓRUM NORTE GAÚCHO

 

 

 

 

 

  • Telefones de contato:

Comissão Organizadora – 54 3341 1832 ou 54 99162 8139 – (Sind. Rural de Getúlio Vargas)

Emater Getúlio Vargas: 54 3341 1452

Emater Estação: 54 3337 1052

Emater Ipiranga do Sul: 54 3336 1124

Emater Erebango: 54 3339 1144

Emater Floriano Peixoto: 54 3615 4012

+